Características Gerais

O tecido epitelial é composto por várias células e contem pouca substancia intercelular. É encontrado revestindo órgãos.

A membrana basal é uma camada que fica abaixo das células epiteliais. É composta pela junção de duas laminas basais.

As laminas basais (juntas formam a membrana basal) servem de base para as células se apoiarem, para filtração de moléculas e  influenciam a polaridade da célula. Localizadas entre o epitélio e o tecido conjunto, onde uma lamina esta em contato com o tecido epitelial e a outra esta abaixo em contato com o tecido conjuntivo. Entre as duas laminas basais estão proteínas proteoglicanas que mantem as duas laminas próximas. Na lamina de baixo há fibras de ancoragem que são os pontos de fixação do tecido conjuntivo.

Imagem

Junções Intercelulares

Junções intercelulares, são pontos de ligações entre células. Essas junções podem ser de adesão (zonulas de adesão, hemidesmossomos, desmossomos) , impermeáveis (zonulas de oclusão) ou de comunicação (junção do tipo ‘GAP’). Há proteínas que realizam a adesão das células que são as caterinas.

Zonula de Oclusão: tem função de vedar espaços celulares. Quanto mais zonulas de oclusao mais impermeáveis as células são.

Zonula de Adesão: contém actina que vai permitir a elasticidade, o movimento. Essas zonulas ficam ao redor de celulas vizinhas.

Junção Comunicante do tipo ‘GAP’: são canais que comunicam uma célula a outra. Compostas por proteínas chamadas conexinas. Através dessa junção há intercambio de moléculas.

 Desmossomos: os desmossomos seguram uma célula a outra. Tem formato discoide. São placas de ancoragem compostas por proteínas desmina, vimentina, queratina. Quando desmina e vimentina são ligadas mantem as células aderidas.

Hemidesmossosmos: um hemidesmossomos é um desmossomo pela metade. Prende a célula á lamina basal.  Constituídos por proteínas integrinas.

Imagem

Especializações da Célula Epitelial

Tipos de especializações da célula epitelial : microvilos, estereocilios, cílios e flagelos.

Microvilos

Os microvilos são projeções citoplasmáticas presentes no intestino delgado. Localizados na parte apical da célula. Tem função de absorção. O glicocálix recobre os microvilos.

Estereocilios

São prolongamentos longos e imóveis que aumentam a superfície da célula. Tem função de facilitar o movimento de moléculas do meio intracelular para o extracelular.

Cílios e Flagelos

São prolongamentos longos e móveis. Cílios estão presentes nas tubas uterinas e flagelos em espermatozoides. São envolvidos por membrana plasmática e contém dois microtúbulos centrais.

Funções

Proteção, secreção, absorção, sensitiva, especiais.

Proteção

Tem função de proteção mecânica e contra desidratação. Presente na epiderme, no trato digestório e trato respiratório.

Secreção

Presente em anexos (pelos e penas), glândulas salivares, glândulas sudoríparas. Há dois tipos de glândulas: endócrinas e exócrinas. As glândulas exócrinas (produção de enzimas digestivas e pâncreas) liberam secreção para o meio externo e as glândulas endócrinas (hormônios) liberam na circulação.

Absorção

Tem função de captação de algumas substancias. Presente nos pulmões, trato digestório e rins.

Sensitivas

São células neuroectodérmicas , ou seja são capazes de captar elementos químicos e transmitir. Um exemplo dessas células são as presentes no paladar onde algumas células captam só o que é ácido e transmitem.

 Especiais

Tipo de tecido que dependendo da situação ele se adapta.

Imagem

Origem dos Epitélios

O tecido epitelial tem origem na ectoderme. Porem contem glândulas tem seus ductos no tecido epitelial e as glândulas no tecido conjuntivo.

 

Classificação dos epitélios

Tecido Epitelial pode ser divido em :

Simples

  *Pavimentoso/escamoso

  *cubico

  *prismático/colunar

Estratificado

  *Pavimentoso/escamoso

  *cubico

  *prismático/colunar

Pseudoestratificado

  *Prismático

Transição

Epitélio Simples

O tecido epitelial simples é composto por apenas uma camada de células e esta divido em três tipos: Pavimentoso/escamoso, cubico e prismático/colunar.

Epitélio Pavimentoso Simples

O Epitélio simples pavimentoso ou escamoso é composto por uma camada de células extremamente finas e com aspecto fusiforme. Encontrado revestindo coração e vasos sanguíneos, pulmões (na porção fina), ductos glandulares e túbulos renais.

Epitélio Cúbico Simples

Formado por uma camada de células em formato de cubo, tem função de secreção, absorção e revestimento.  Encontrado em ductos glandulares, túbulos renais, cristalino, íris, testículo, ovário e tireoide.

Epitélio Prismático Simples

O Epitélio prismático simples ou colunar é estruturado por uma camada de células em forma de prisma (altura maior que largura) com núcleos alongados. Ocorre no estomago glandular, intestino delgado, intestino grosso, útero e porção condutora glandular.

Epitélio Pseudoestratificado

O Epitélio pseudoestratificado é composto com muitas células, porem com camadas desorganizadas. As células que compõem têm formatos diferentes, estas podem ter formato basal, fusiforme, prismáticas e caliciformes. No tecido pseudoestratificado prismático há várias células com formatos diferentes, mas há predomínio de células prismáticas. Localiza-se sobre a membrana basal. Encontrado revestindo órgãos tubulares, trato respiratório, traqueia, trato urogenital, esôfago e em ductos glandulares em áreas de transição.

 Epitélio Estratificado

O Epitélio Estratificado é composto por várias camadas de células organizadas. Ele pode ser: epitélio pavimentoso estratificado, epitélio cúbico estratificado, epitélio prismático estratificado.

Epitélio Pavimentoso Estratificado

Esse tipo de epitélio estratificado é composto por várias camadas organizadas de células extremamente finas e com aspecto fusiforme. Ocorre em superfícies corporais(pele), cavidade oral, pré-estomago(dos ruminantes), esôfago, córnea e conjuntiva.

Epitélio Cúbico Estratificado

É um tipo de epitélio mais difícil de ser encontrado, tem capacidade de regeneração, é formado por duas camadas de células em formato de cubo. Encontrado no trato genital, ductos glandulares e em zonas de transição.

Epitélio Prismático Estratificado

Formado por duas, três ou mais camadas de células. A camada de células que se encontram perto da membrana basal tem formato cúbico, a camada intermediária as células são poligonais e as superficiais tem forma de prisma. Esse tipo de epitélio é encontrado em zonas de transição, no trato respiratório superior e nos ductos glandulares.

Epitélio de Transição

O Epitélio de Transição se comporta ora como estratificado ora como pseudoestratificado isso porque ele se adequa a situação que se encontra. Um exemplo de onde esse tipo de tecido é encontrado é na bexiga, que necessita de um tecido que se adeque quando ela esta cheia e quando ela não tem líquidos em seu interior.

Imagem

Epitélios Glandulares

É um tipo de tecido que contem células que tem função de formar glândulas. As glândulas produzem secreções. Formado por uma (isoladas) ou por muitas células (populações). São classificados conforme o numero de células, as relações com o epitélio de revestimento, o formato das glândulas multicelulares e pelo tipo de secreção.

Numero de Células

São classificadas conforme o numero de células que as formam. Podem ser unicelulares, que tem formato caliciforme, e multicelulares que são compostas por uma grande diversidade de grupos de unidades secretoras.

Elas podem ser também intra-epiteliais (localizadas no tecido epitelial) encontrada no trato respiratório e as extras-epiteliais (o ducto da glândula passa pelo tecido epitelial mas os adenomeros  estão em outro tecido) tem ductos alongados e são encontradas embaixo da lamina basal.

Relações Epitélio e Tecido Adjacente

As glândulas em relação ao tecido adjacente podem ser exócrinas ou endócrinas. As glândulas exócrinas liberam secreções para o meio externo. As glândulas endócrinas liberam suas secreções no leito vascular, um exemplo desse tipo de glândula é o fígado.

Formato das Glândulas Multicelulares

As glândulas divididas por formato podem ser simples ou compostas, as compostas podem ainda ser divididas em tubular, alveolar (acinar) ou túbulo-alveolar (túbulo-acinar).

Glândulas simples

As glândulas simples podem ter ducto ramificado ou um único ducto. As glândulas tubulares ramificadas são encontradas nas glândulas da submucosa do intestino. As glândulas alveolares ramificadas são encontradas nas glândulas sebáceas.

Glândulas compostas

As glândulas compostas podem ser divididas conforme os ductos e os adenômeros. Nas tubulares compostas há predomínio de vários ductos, um exemplo desta são as glândulas salivares. Nas alveolares compostas há predomínio de vários adenomeros, um exemplo deste tipo de glândula é o pâncreas. Nas túbulos-acinosas compostas não tem predomínio, há vários ductos e vários adenomeros, um exemplo desta glândula são as glândulas mamárias.

Ductos

A glândula é formada a partir de ductos, o ducto mais interno é o ducto intralobular, depois ducto lobular, ducto intralobar, ducto lobar e o ducto mais externo, o ducto excertor.

Imagem

Método de Produção de Secreção

Através do método de produção de secreção as glândulas podem ser classificadas em merócrinas, apócrinas e holócrinas.

Glândula Mérocrina

Glandula mérocrina é um tipo de glândula que produz sua secreção e entrega, a célula não contribui, há a secreção somente do próprio produto. A maioria das glândulas do corpo são exemplos dessa glândula mas a principal são as glândulas salivares.

Glândula Apócrina

São glândulas que quando secretam perdem parte do citoplasma na secreção. Exemplo deste tipo de glândulas são as glândulas sudoríparas e glândulas mamárias.

Glândula Holócrina

Glândula que quando produz a secreção, a célula epitelial inteira torna-se o produto da secreção. Há então morte celular. Este tipo de glândula esta presente nas glândulas sebáceas.

Tipos De Unidade Secretora

Os tipos de unidade secretora são serosa, mucosa e mistas.

Serosas

Tipo de unidade secretora fluida e rica em enzimas. São acidófilas.

Mucosa

Tipo de unidade secretora mais densa que é biofílica.

Mistas

Tipo de unidade secretora que fica entre fluida e densa.

Epitélios Especiais

Epitélios especiais podem ser ciliado, sensitivo, pigmentar e mioepitélio.

Epitélio Ciliado

São prolongamentos citoplasmáticos localizados na área apical da célula. Um exemplo está no trato respiratório.

Epitélio Sensitivo

Composto por células epiteliais neurossensoriais, tem função de transmitir informações. Um exemplo de sua localização é na língua, onde captam a composição do alimento e transmitem aos neurônios que estão perto dele.

Epitélio Pigmentar

Composto por células diferenciadas que dão cor. Exemplo dessas células são os melanocitos que contem dentro deles melanina.

Mioepitélio

Contem células associadas a adenomeros. São células fusiformes, um exemplo deste estão presentes nas glândulas mamárias.